Produtividade e bem-estar dos seus colaboradores

Você sabe qual é a temperatura ideal para a maior produtividade da sua empresa no clima brasileiro?

No ambiente de concorrência acirrada em que vivemos é necessário buscar ganhos de produtividade e competitividade em todos os aspectos possíveis, e o ambiente de trabalho influencia diretamente na produção física e intelectual dos funcionários.

No Brasil, a preocupação com o conforto térmico ainda é muito pequena, e os ganhos de produtividade através da bioarquitetura não estão suficientemente disseminados. A produção pode ser comprometida em até 75% para um trabalho pesado (levantar, empurrar ou arrastar pesos) em temperaturas ambientes entre 28°C e 30°C. A maioria dos gestores industriais desconhece que:

• Há uma queda na atividade humana de 1,8% a 2,55% para cada grau que a temperatura ambiente subir além do nível de conforto, reduzindo, consequentemente, a produtividade;
• A elevação de 10˚C acima do nível de conforto pode aumentar em 40% os riscos de acidentes de trabalho;
• Uma fábrica com temperatura ambiente de 40ºC apresenta uma redução na atividade humana de até 26%.



Veja no gráfico abaixo a relação entre temperatura x produtividade:
picture

Normas Brasileiras

O Ministério do Trabalho define os períodos de trabalho intermitente (seguido de descanso) em função da temperatura ambiente e do tipo de atividade desenvolvida. Segundo as normas não é permitido o trabalho em temperaturas acima de:

• 32,2ºC para atividade leves
• 31,1ºC para atividades moderadas
• 30ºC para atividades pesadas

Como garantir a produtividade através do conforto ambiental no galpão industrial?

Para se ter uma empresa produtiva e rentável, é necessário um ambiente adequado às tarefas que nele serão realizadas. Isso é obtido na fase de projetos através do uso da concepção de bioconstrução, ou posteriormente à construção do galpão, por condicionamento artificial. O aumento do custo da energia elétrica tornou o uso de sistemas mecânicos de renovação de ar e refrigeração muito onerosos, além de exigir a completa vedação dos prédios.

A LAX é pioneira na aplicação da bioarquitetura para adequação ao nosso clima tropical, calculando cuidadosamente o sistema de iluminação e ventilação naturais para permitir que todo o volume de ar da edificação seja trocado de forma natural, sem o uso de sistemas mecânicos, com a consequente redução da conta de energia elétrica e diminuição do nível de agentes poluidores.

Além disso, a reposição dos níveis de oxigênio em um ambiente ventilado mantém a capacidade de concentração e destreza operacional, reduzindo os acidentes. Com o clima adequado na edificação, as equipes produtivas ficam mais confortáveis, gerando mais qualidade de vida dos funcionários e maior produtividade na empresa.